Rumo ao Globo de Ouro: mais filmes e apostas!

E chegou o prêmio mais divertido de Hollywood: o Globo de Ouro! Divertido porque engloba cinema e TV, além de ser basicamente uma festa em que servem bebidas aos indicados a noite toda, resultando pelo menos um discurso bêbado.

Eu e Daniel, meu fiel companheiro, conseguimos riscar mais cinco filmes da lista na nossa maratona Temporada de Premiações. São eles:

Tom Hanks

Capitão Phillips

Deveria ter dado um voto de confiança a Paul Greengrass antes – ele conquistou esse direito com A identidade Bourne e, até onde sei, não perdeu ainda. É dele o grande mérito de Capitão Phillips, já que não perdeu o jeito para criar um senso de urgência sem igual no espectador. Tom Hanks faz a melhor performance da sua carreira nos últimos 10 anos em uma história em que todo mundo já sabia o final. Ainda assim, foi a maior surpresa da temporada até agora – gostei dos que já imaginava que ia gostar e não me surpreendi de verdade com aqueles dos quais não esperava grandes coisas.

AUGUST-OSAGE-COUNTY-7

Álbum de Família

Brigas, traições e bastante roupa suja. Todo mundo reconhece os personagens desse que é apenas o segundo longa do diretor John Weels. Adaptado de uma peça de teatro, o filme acompanha uma crise na família Weston – três irmãs que não se vêem há muito tempo, primos com segredos, uma Meryl Streep dopada de remédios e um pai desaparecido. Seus dois grandes trunfos são um texto super bem escrito – lembrando mesmo teatro – e atores bem entrosados entre si e com seus papeis. Julia Roberts dá uma das melhores atuações de sua carreira, Ewan McGregor é sempre uma boa notícia, Chris Cooper sendo o incrível de sempre, Juliette Lewis e Dermot Mulroney abraçando sua excentricidade e Benedict Cumberbatch aparentemente entrou só pra mostrar que sabe fazer de tudo em 2013. É quando esses personagens colocam tudo pra fora que fica clara a dimensão dessa história, cujos personagens você sente já conhecer após duas horas.

Her-Movie-Header-Image

Ela

Spike Jonze bebeu um pouco na água de Sofia Coppola, Charlie Kaufman e Michel Gondry para criar a própria voz – o que, nas atuais circunstâncias é muito bem vindo. Joaquin Phoenix parece determinado em cair nas mãos de bons diretores e, após uma performance incrível (a melhor do ano passado) em O Mestre, o ator voltou com mais um personagem contundente ao lado de uma Scarlett Johansson em uma de suas mais respeitáveis aparições (apesar de que não aparece, de fato). Ela é uma deliciosa crônica sobre o amor moderno, a solidão e as conexões que fazemos na vida. É pra ser futurista, mas dá imaginar um futuro não muito diferente. Em muitos casos, já estamos lá.

original

O Lobo de Wall Street

Corremos pra ver na pré-estreia, e Martin Scorsese não nos decepcionou (aliás, não me lembro se isso já aconteceu alguma vez). Seu novo filme parece ser uma declaração, uma afirmação de que sim, tio Marty ainda tem muito jogo de cintura, é o maior e melhor diretor vivo e passa por cima de todos os outros filmes como um rolo compressor. Divertido ao extremo, O lobo de Wall Street dividiu opiniões ao desfilar nada menos que 522 variações da palavra “fuck“. Tudo isso para recriar o mundo de Jordan Belfort, que enriqueceu às custas das ações alheias, de verdade. É o tipo de personagem prato cheio para Scorsese: viciado em drogas e sexo e rodeado por um grupo de doidões inconsequentes,  Leonardo DiCaprio fez um Belfort marcante, olhando no olho do espectador enquanto desafia todas as noções de bom senso e ética com extravagâncias, discursos que lembram as mais fervorosas seitas religiosas e formas nada ortodoxas de consumir suas drogas favoritas. Esse é um diretor que faz milagres e coloca até Jonah Hill pra atuar bem. Vale cada minuto de suas três horas de duração, graças ao ritmo perfeito da edição sempre competente de Thelma Schoonmaker.

Cinemascope-A-grande-beleza-1

A grande beleza

Como sabia que não teria tempo hábil para ver todos os estrangeiros, optei pelo que vem surpreendendo positivamente muita gente. E não me decepcionei. O filme italiano acompanha o jornalista e escritor Jep Gambardella ao se deparar com a finitude da vida após seu aniversário de 65 anos. Ele passa a refletir sobre vida, morte, amor e fé na medida em que continua vivendo como sempre viveu: em festas animadíssimas, bebendo uísque e dormindo nos braços de belas mulheres. Mas A grande beleza é mais que isso, mostrando com a calma e sutileza que só os europeus conseguem ter o que realmente vale a pena quando se chega a um estágio da vida em que há mais perdas que ganhos. O resultado inevitável é o questionamento que fica: e o que vale a pena hoje? Tudo isso com lindas tomadas de uma Roma que pouco se vê no cinema. Com uma dose extra de leveza, A grande beleza poderia ser o filme que Woody Allen para a cidade.

E, após assistir boa parte dos principais concorrentes, eis os meus favoritos (os que mais gostei, e não os que têm mais chances) para as principais categorias do Globo de Ouro neste domingo:

Melhor filme drama: Gravidade;

Melhor filme musical ou comédia: O lobo de Wall Street;

Ator em filme de drama: Tom Hanks (Capitão Phillips);

Atriz em filme de drama: Cate Blanchett (Blue Jasmine);

Ator em musical ou comédia: Leonardo DiCaprio (O lobo de Wall Street);

Atriz em musical ou comédia: Meryl Streep (Álbum de família);

Ator coadjuvante: Michael Fassbender (12 anos de escravidão);

Atriz coadjuvante: Julia Roberts (Álbum de família);

Diretor: Alfonso Cuarón (Gravidade);

Roteiro: Spike Jonze (Ela);

Animação: Frozen;

Série de drama: Breaking Bad

Série de comédia: Parks and Recreation

Ator em série de drama: Bryan Cranston (Breaking Bad);

Atriz em série de drama: não assisto nenhuma das indicadas;

Ator em série de comédia: só assisto Jim Parsons, em The Big Bang Theory, e não acho que ele deva ganhar;

Ator coadjuvante em série: Aaron Paul – nem preciso ver os outros;

Atriz coadjuvante em série: só assisto Sofia Vergara em Modern Family, mas acho que já deu.

E a watchlist ficou assim:

12 years a slave
Dallas Buyers Club
Capitão Phillips (Captain Phillips)
All is Lost
Rush: No limite da emoção (Rush)
Philomena
Trapaça (American Hustle)
Ela (Her)
Inside Llewyn Davis – Balada de um homem comum (Inside Llewyn Davis)
Nebraska
O lobo de Wall Street (Wolf of Wall Street)
Mandela: Long Walk to Freedom
Walt nos Bastidores de Mary Poppins (Saving Mr. Banks)
Refém da Paixão (Labor Day)
Álbum de Família (August: Osage County)
Frozen – Uma aventura congelante (Frozen)
Os croods
Círculo de Fogo
Oblivion
Azul é a cor mais quente (La vie d’Adèle)

E que vençam os melhores. Bom Globo de Ouro pra você que, como eu, vai acompanhar tudo do sofá de casa!

Anúncios

Um comentário sobre “Rumo ao Globo de Ouro: mais filmes e apostas!

  1. Olá Nathália, antes de tudo, se esta mensagem for ofensiva para você, por favor, desconsidere-a. Meu nome é Cadu e gostaria de te convidar para conhecer um novo e bom lugar a mais para ter seu blog e fazer seus comentários diários sobre o que quiser falar. Sinta-se à vontade para visitar o site weweh.com e ver se te interessa e é proveitoso ter sua página lá. É grátis e a visualização de suas publicações é excelente, por dois fatores: assim que sua publicação é feita, ela aparece para todos que veem o site numa página chamada “agora”, http://www.weweh.com/agora e você também você pode direcionar para o espaço que seja melhor pra você. Exs: cidadãos, estudantes, esportistas, mães, cinéfilos, leitores, entre mais de 20 opções, http://www.weweh.com/pesquisar . Publicar para todos, só para homens, só para mulheres. Você poderá ser achada exatamente pelo que publica de interessante, seja sobre qual assunto for já que a página frontal do site é de procura, ou seja, você será achada por qualquer um que visita o site, não só amigos ou conhecidos de amigos, tendo assinantes em seu canal. Veja uma página já sendo usada por um usuário para conhecer: http://www.weweh.com/carlos (aonde eu mesmo falo muito sobre fotografia). É só clicar em assuntos para visualizar todas as publicações. É um site voltado para ideias, paixões e talentos. A convergência dos fóruns com os blogs. De novo, se esta mensagem for ofensiva para você, por favor, desconsidere-a e desculpe por qualquer inconveniente. Agradeço.
    Cadu Roncatti Bomfim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s