Dia Mundial Sem Carro: pra que serve?

Em Petrópolis, cidade onde moro, temos uma frota de mais de 142 mil veículos para uma população de quase 300 mil habitantes. Só automóveis são 97.458, ou seja, é quase um carro para cada três habitantes. Com ruas e avenidas inteiras tombadas, a Cidade Imperial tem um desafio a mais: equilibrar o crescente número de carros de passeio com a preservação de vias e imóveis considerados patrimônio histórico.

Você provavelmente sabe do que estou falando. Já deve ter notado como é cada vez mais demorado se locomover da casa para o trabalho, do trabalho para casa, com o tráfego pouco ou nada fluido. Os problemas de mobilidade urbana são um desafio para a maioria dos municípios brasileiros, tanto que todas as cidades com mais de 20 mil habitantes têm até 2015 para planejarem o crescimento das demandas em deslocamento de seus habitantes.

É nesse contexto que se insere o Dia Mundial Sem Carro, uma campanha que teve início na França em 1997 e hoje já ganhou o mundo. No Brasil, ela é feita nas principais capitais durante a Semana da Mobilidade, com o objetivo de promover o debate sobre as questões relacionadas ao trânsito e à qualidade de vida dos moradores por meio do incentivo do uso do transporte coletivo ou alternativo.

1316520461semcarro

Além dessa discussão, o Dia Mundial sem Carro – hoje, 22 de setembro -, levanta outras questões. Como convencer as pessoas a andarem de ônibus se o transporte público vai de mal a pior é uma delas, mas principalmente, para que serve apenas um dia com os carros na garagem. Quem levanta esse questionamento provavelmente leva muito a sério o nome do evento e não se permite enxergar a figura toda. É claro que dar folga para os veículos apenas um dia por ano não melhora em quase nada a condição do planeta – que, coitado, anda bem capenga. O buraco é mais embaixo (e, já que estamos no assunto, as estradas também mereciam mais carinho, hein?).

A grande sacada de iniciativas como essa e a Hora do Planeta, do WWF, não se limita a um dia, uma hora. Elas querem levantar o debate e, muito mais que isso, mostrar para as pessoas que é possível tirar os carros das ruas e melhorar o trânsito para todos: os motoristas, os passageiros e os pedestres. Claro que isso depende de um sistema de transportes eficiente, o que não é o caso para a grande maioria das cidades brasileiras. Mas ainda mais difícil que isso é desenvolver nas pessoas a consciência de escolher a bicicleta, jogar o lixo no lixo e apagar as luzes. Um dia a gente chega lá.

Anúncios

4 comentários sobre “Dia Mundial Sem Carro: pra que serve?

  1. Acho uma pena essas iniciativas ainda não terem tanto destaque quanto merecem. Mobilidade é um tema importantíssimo e se a gente não fizer nada não vamos mais viver porque estaremos parados no trânsito.

    • Nathália Pandeló disse:

      Exatamente, Karine. As poucas iniciativas que a gente vê por aí ainda são descreditadas pelas próprias pessoas que fazem o trânsito. A tendência é só piorar se a gente pelo menos não colocar em pauta esse assunto. Vai entender…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s