A volta de Friends

Ainda me lembro de assistir ao último episódio de Friends e a sensação de que teria de me contentar com as reprises dali pra frente. Chorei. Tento não lembrar quanto tempo faz, mas a verdade é que já se passaram oito anos.

De lá pra cá, todo mundo seguiu a vida, inclusive os atores – três deles têm hoje séries próprias com relativo sucesso de público. Apesar disso, vira e mexe surge um boato de um episódio de reunião da série, outra spin off (parece que a galera já esqueceu Joey) ou mesmo um filme, à la Arquivo X ou Sex and the City.

Não aconteceu e, ao que tudo indica, nem vai acontecer. A última história surgiu nos dias que antecederam a Ação de Graças nos Estados Unidos, o que faz total sentido. Afinal, todas as temporadas tiveram episódios inesquecíveis nesse feriado. Mas, como tudo que é bom dura pouco, Matthew Perry desmentiu tudo no Twitter.

A cada um desses boatos, alguém do elenco ou um dos produtores precisa vir a público dizer o oposto. A cada entrevista com um dos atores, a boa e velha pergunta: “Você seria a favor de uma reunião de Friends?”. E cada possibilidade, um novo rebuliço e as mais elaboradas tramas possíveis.

É aí que me dou conta que passei mais tempo sem a série do que com ela. Comecei a assistir Friends aos 13 anos e tinha 16 quando terminou. Vi e revi todos os episódios e ainda o faço sempre que pego passando na TV, porque simplesmente não dá pra enjoar.

Mas quando uma série termina, é uma espécie de luto. Você tem todas aquelas lembranças e a possibilidade de voltar a elas com fotos e vídeos, mas nunca mais terá o prazer de um encontro inédito e de criar novas memórias. Por anos, habitamos um mundo que não nos pertence e, devido a circunstâncias fora de nosso controle, não podemos retornar.

Acontece que, por mais que sintamos saudades, há um certo conforto nisso. Foi um cancelamento digno e terminou como devia terminar. Os atores serão eternamente lembrados por esses papeis, o que é justo e compreensível, mas vida que segue. Deixem Ross e Rachel com a Emma, a Phoebe com o Mike, o Joey em LA e Monica e Chandler criando os gêmeos no subúrbio. Deu tudo certo.

Descanse em paz, Friends.

Anúncios

2 comentários sobre “A volta de Friends

  1. darlan disse:

    gostei muito do seu texto tambem fiquei muito triste ai ver o ultimo episodio ! assisto os dvds quase sempre

    • Nathália Pandeló disse:

      Pois é, Darlan, ainda bem que dá pra matar a saudade… Obrigada pela visita e pelo comentário!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s