O Kaiser Chiefs e o futuro da indústria fonográfica

O disco novo do Kaiser Chiefs, The Future is Medieval, vem causando certo rebuliço desde que foi lançado, há uma semana. É justificável. Não só a banda de Leeds lança o novo trabalho três anos após Off With Their Heads, mas os Chiefs optaram por um lançamento um tanto quanto… diferente.

A ideia é que cada pessoa monte, no site oficial, o álbum que quiser, podendo escolher 10 entre as 20 faixas gravadas pela banda. Ao fim do processo, o fã faz a sua própria capa, paga £7,50 (cerca de R$ 19) e faz o download – a versão física ainda não chegou às lojas. A grande sacada vai além da personalização: a cada cópia vendida de sua seleção, o autor recebe £1. Ou seja, é possível montar um disco único, baixá-lo antes de chegar às lojas e ainda ganhar dinheiro com as vendas.

A novidade chama atenção, justamente porque é um conceito inovador e mostra que a indústria fonográfica está, sim, buscando alternativas. O modelo antigo, que obrigava o público a apostar uma quantia significativa em um disco inteiro para deixá-lo na prateleira, em casa, não faz o menor sentido na era em que 11 em cada 10 pessoas têm um tocador portátil de mp3.

Vender música é um dos maiores desafios que a web trouxe para esses “tempos modernos” – já falei um pouco sobre esta questão aqui e aqui. Acho justo que bandas, cantores e compositores recebam por seu trabalho, mas não dá para simplesmente ignorar o constante compartilhamento de mídias online e fingir que é só trocar a loja de discos de endereço – pro iTunes.

Pode ser que a ideia da banda inglesa não seja a melhor, mas certamente está no caminho para voltar a estimular a compra de um artigo que, inevitavelmente, cai em domínio público. Pelo menos no caso dos Chiefs, a satisfação é quase garantida 🙂

Para quem tem curiosidade, o meu disco seria assim:

  • Back In December
  • Coming Up For Air
  • Fly On The Wall
  • I Dare You
  • Little Shocks
  • Man On Mars
  • My Place Is Here
  • Out Of Focus
  • Problem Solved
  • When All Is Quiet
A ideia é ilustrada no charmoso curta abaixo:
Anúncios

Um comentário sobre “O Kaiser Chiefs e o futuro da indústria fonográfica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s