Nos bastidores do cinema dos anos 70

A década de 1970 mudou para sempre o modo de fazer filmes. Tanto, que o período foi chamado de Nova Hollywood, quando diretores autorais estavam no topo da cadeia alimentar. Foi a época de Sem Destino, O Poderoso Chefão, O Exorcista, Tubarão e Guerra nas Estrelas. O tempo de ouro de Martin Scorsese, Fracis Ford Coppola, William Friedkin, George Lucas, Roman Polanski, Hal Ashby, Robert Altman, Peter Bogdanovich, e também de Robert De Niro, Al Pacino, Dennis Hopper, Warren Beaty, Robert Redford, Jack Nicholson.

Os bastidores desse período são narrados por Peter Biskind em “Como a geração sexo-drogas-e-rock’n’roll salvou Hollywood”, um extenso livro-reportagem sobre esta época crucial para a sétima arte. De fato, foi uma geração ousada, composta de jovens, talentosos diretores que conquistaram o poder de expressar sua visão criativa, demandando cada vez mais dinheiro dos estúdios e realizando filmes que marcariam para sempre o cinema.

Histórias conhecidas e outras quase secretas ganham vida no relato de Biskind, que entrevistou atores, diretores, produtores, montadores, roteiristas e seus cônjuges para expor a verdadeira Hollywood dos anos 70, submersa na névoa da cocaína. Assim, é possível descobrir o lado genial, trágico e cômico de alguns dos grandes nomes da indústria até hoje.

Denso, o livro agrada a qualquer grande fã de cinema. No entanto, deixa a desejar quando dá pouquíssimo espaço a um dos mais talentosos atores daquela geração: Al Pacino. Apenas na década de 70, Pacino teve performances clássicas e inesquecíveis em filmes como Os Viciados (1971), O Poderoso Chefão I (1972) e II (1974), Espantalho (1973), Serpico (1973), Um Dia de Cão (1975) e Justiça Para Todos (1979). Talvez o livro fosse melhor se focasse menos na vida pessoal de seus personagens e desse mais espaço  a outros nomes, igualmente importantes. Ainda assim, é leitura obrigatória para os apaixonados por cinema.

Anúncios

5 comentários sobre “Nos bastidores do cinema dos anos 70

  1. Eu finalmente comecei a ver “O Poderoso Chefão”, pois não aguentava mais as pessoas dizendo “você nunca viu? Oo” e realmente é um bom filme.

    O Al Pacino sem dúvidas é um grande ator, mas eu não consigo assistir aos filmes dele… Acho que “traumatizei” depois de Perfume de Mulherque que achei chatíssimo hahahah xD

    http://boulevardofideas.blogspot.com -> 5 séries atuais que você deve assistir (acho que vc assiste a todas que eu mencionei hahaha)

    Bjs

  2. cara eu to namorando esse livro num livraria aqui perto de casa tem tempos viu… mais tem tantos na minha lista pra compra e o dinheiro ta curto q fico pra depois… mais valeu a dica…. aa nao esquecendo um feliz 2011 pra vc! beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s